Nutrina News

  • Dica: Seu Pet em um apartamento

  • Data: 23/02/2015
  • Se você mora em um apartamento pequeno e quer um bicho de estimação, é essencial ter bom senso ao escolher o animal - pensando especialmente no porte - e em relação às suas atitudes de convivência para com o novo morador. A criação do cão ou gato requer cuidados como prover alternativas para exercícios e brincadeiras e delimitar um espaço, mesmo que reduzido, que seja somente do animal.

    Não existe uma metragem mínima estipulada para que se possa criar bem um pet, mas a veterinária especialista em comportamento animal e parceira da Comac (Comissão de Animais de Companhia do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal), Ceres Faraco, lembra que nenhum bichinho é feliz se ficar confinado, por exemplo, em áreas de serviço ou varandas.

    Conheça 10 raças de cães que se adaptam em apartamentos pequenos

    O Bulldog Francês é um cãozinho ativo, enérgico, exige muita atenção e não suporta a separação do seu dono.Esta raça se adapta bem a apartamentos, porém passeios regulares são necessários para seu equilíbrio I Fonte: veterinária Giuliana

    Os animais domésticos precisam de exercícios, brincadeiras e interação social. "Eles costumam viver bem independente do espaço ser pequeno, mas as suas necessidades devem ser atendidas", defende Faraco.

    Por terem um comportamento mais tranquilo, os felinos de modo geral se adaptam bem a apartamentos, mesmo os com 35 m². Se a ideia for criar um cachorro, os de pequeno e médio porte são mais indicados porque vivem com mais facilidade nos espaços reduzidos dos apês. Raças como Poodle, Yorkshire, Fox Terrier, Schnauzer, Pinscher, Dachshund, Shih-Tzu e Pug são algumas das recomendadas. Os vira-latas (SRD) também podem viver em apês pequenos, caso você queira adotar um, pesquise sobre a origem e o tamanho dos pais - no caso de filhotes, para ter ideia do porte do animal - ou leve para casa um cãozinho já adulto. 

© nutrina 2019 todos os direitos reservados