Nutrina News

  • Saúde bucal do seu pet

  • Data: 09/02/2015
  • A saúde bucal de cães e gatos é uma das áreas do cuidado animal mais negligenciada pelos donos. Cerca de dois terços dos norte-americanos não zelam pelos dentes dos pets conforme as orientações dos veterinários. De acordo com a American Veterinary Dental Society, 80% dos cachorros e 70% dos gatos mostram sinais de doenças bucais a partir

    dos três anos de idade.

    “A doença periodontal é provocada pelo acúmulo de placa bacteriana e não afeta somente a boca do pet. Assim como no homem, a falta de higiene bucal apropriada pode comprometer também o coração, os pulmões, os rins e as articulações, encurtando a vida do animal”, diz o doutor Juan Deleón, cirurgião veterinário e diretor da Veterinária do Parque.

    De acordo com o veterinário, o mau hálito é um dos alertas mais fáceis de ser percebido. “A halitose é produzida pelos gases liberados pelas bactérias. Ou seja, quando o pet apresenta um hálito de peixe morto ou carne putrefata é sinal de que a placa bacteriana está evoluindo negativamente para a formação de tártaro. Essa condição é muito desconfortável para o animal e só com ajuda de veterinários especializados em saúde bucal poderá ser removida”.

    Juan Deleón aconselha aos donos de pets a escovar os dentes do animal diariamente desde filhotes para evitar a doença periodontal. “Animais adultos oferecem maior resistência à escovação, exigindo uma dose extra de paciência e dedicação dos seus donos.

    O ideal é começar fazendo a limpeza com uma gaze umedecida ou um dedal especial para a higiene bucal. Depois que o animal se acostumar com a ‘brincadeira’ é hora de passar a escovar os dentes com uma escova macia e creme dental de uso veterinário, sem esquecer-se de recompensar o animal pelo bom comportamento”.

© nutrina 2019 todos os direitos reservados